Zoneamento Bioclimático para Vacas Leiteiras no Rio Grande Do Sul

<p>O presente estudo teve como objetivo de estabelecer o zoneamento bioclimático para vacas leiteiras no Estado do RS a partir do Índice de Temperatura e Umidade (ITU). O estudo foi realizado em 27 municípios do Estado, contemplando as sete mesorregiões (Centro Ocidental, Centro Oriental, Metropolitana, Nordeste, Noroeste, Sudeste e Sudoeste), para os quais foi calculado o ITU a partir de dados de temperatura média compensada (TMC) e umidade relativa compensada (URC), referentes ao período compreendido entre 1961 e 1990, disponíveis no site do INMET.<i> </i>Dentre os modelos avaliados (gaussiano, esférico e exponencial), o modelo esférico foi o que melhor ajustou à semivariância experimental observada para o ITU, que apresentou dependência espacial com correlação significativa negativa entre os valores de altitude. O ITU foi superior a 70 (alerta) em dezoito municípios dos vinte e sete avaliados, nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro, chegando ao valor máximo de 75,2, em uma pequena faixa de municípios situados na região sudeste, com altitude de até 100 m. A espacialização do ITU nas diferentes regiões, pode ser usada como um indicativo para caracterizar o conforto térmico das vacas leiteiras no Rio Grande do Sul, servindo como base para estudos mais específicos que indiquem práticas de acondicionamento térmico animal. </p>