Climatologia do conforto térmico humano durante o verão para a cidade de Pelotas-RS, parte 1: índice de calor

<p>O Conforto Térmico Humano (CTH) pode ser definido como uma sensação expressada de satisfação com o ambiente no qual se encontra, porém, para que esse conforto seja satisfeito o indivíduo deve estar em neutralidade térmica com o meio externo. A fim de se caracterizar as sensações térmicas sentidas pela população e os possíveis problemas ocasionados à saúde e ao bem estar humano, este estudo objetiva analisar o Conforto Térmico na cidade de Pelotas-RS, durante o verão nos últimos 30 anos. Foram utilizados dados diários das variáveis meteorológicas temperatura e umidade relativa do ar, nos horários das 9h, 15h e 21h entre os anos de 1986 à 2015, obtido através da estação agroclimatológica da Embrapa. Posteriormente foi utilizado o Índice de Calor (Heat Índex) para estimar as sensações observadas pela população, ao longo de três períodos diários (manhã, tarde e noite). Os resultados mostraram predominância da condição de neutralidade térmica durante as manhãs (76%) e noites (76,8%) na cidade de Pelotas, enquanto que as tardes foram experimentadas sensações de estresse térmico por calor, sensação de pouco à muito calor, apresentando 54,43% dos dias. Ressalta-se a ocorrência, mesmo sendo a estação do verão, de períodos de estresse térmico por frio, sensação de pouco frio, ocorrendo principalmente durante as noites, com 18,2% dos dias analisados.</p>