A estimulação sonora na incubação artificial altera o tempo de nascimento de pintos de corte?

<p>Os embriões de aves são capazes de perceber e processar o som externo, o que desempenha um papel importante em respostas pós-natais. Nesta pesquisa, avaliou-se especificamente o tempo dos nascimentos de pintos de corte que, durante a incubação, foram expostos aos estímulos sonoros determinados pela associação de níveis de ruídos acrescidos ou não de vocalizações naturais da espécie. Para tanto, cinco ciclos (repetições) de incubações foram realizados em quatro incubadoras experimentais, em um delineamento aleatorizado em blocos. Por ciclo, 360 ovos Cobb-500 foram divididos entre as incubadoras, cada qual recebendo um tratamento de um esquema fatorial 2x2: S1 [ruído de 70 dB (A) sem vocalizações], S2 [ruído de 90 dB (A) sem vocalizações], S3 [ruído de 70 dB (A) com vocalizações] e S4 [ruído de 90 dB (A) com vocalizações]. Com exceção de S1 (ruído de fundo da própria incubadora), os demais tratamentos foram aplicados por caixas acústicas na totalidade dos 21 dias de incubação. A partir do 20º dia, o início (IN; h), o término (TN; h) e a janela de nascimentos (JN; h) foram avaliados. De todas as respostas, o início dos nascimentos apresentou significância de efeitos (Tukey, α=0,05). O tratamento S1, determinado apenas pelo nível de ruído de 70 dB (A), ocasionou um maior tempo de IN (498,4±2,6 h), enquanto que as médias dos demais foram próximas a 492 h e não diferiram entre si. Para esta mesma resposta, houve interação entre os fatores: o efeito do nível de ruído foi significativo apenas quando não estava associado às vocalizações, sendo que 90 dB (A) foi responsável por um menor tempo para o IN. Por outro lado, o efeito das vocalizações só foi significativo quando associado ao nível de 70 dB (A), resultando também em um tempo menor para essa mesma resposta (490,4 ±2,1 h). Conclui-se assim que quanto maior a estimulação (ou pelo ruído mais elevado ou pela adição das vocalizações) mais precoce foram os nascimentos. Apesar disto, não houve efeito na janela de nascimento, provavelmente em decorrência do tempo para o término dos nascimentos.</p>