Efeito do treinamento na reatividade de ovelhas da raça Morada Nova

<p>Objetivou-se, com este estudo, verificar o efeito do treinamento na subida do tronco em testes com calorimetria sobre a reatividade de ovelhas Morada nova. Dezesseis animais com peso de 32,6 ± 1,8 kg e 2,8 ± 0,9 anos de idade foram selecionados em um rebanho de 60. A duração do período de treinamento foi de 83 dias, sendo dividido em três etapas, sendo 17 dias para a primeira etapa, 24 dias para a segunda etapa e 42 dias para a terceira e última etapa. A partir da segunda etapa, medidas fisiológicas e comportamentais foram utilizadas como indicadores da resposta aversiva aos procedimentos. Após o término do período de treinamento, a reatividade das ovelhas foi avaliada por meio de testes de aproximação em arena. A probabilidade das ovelhas apresentarem resistência no momento da subida no tronco diminuiu (P < 0,05) conforme o aumento no tempo de permanência, chegando a ser praticamente nula ao final da 3ª etapa. Houve diminuição da distância de fuga nas ovelhas treinadas. Um método para habituação e condicionamento de ovinos para testes de calorimetria indireta com uso de máscaras faciais foi desenvolvido. O processo de habituação e condicionamento à contenção e ao uso de máscara facial diminuem a reatividade de ovelhas da raça Morada Nova.</p>