Comportamento de leitões em fases de creche em instalações com diferentes tipos de pisos

<p>Objetivou-se com esse trabalho analisar o comportamento de leitões em fase de creche perante dois tipos de pisos, sendo eles o piso de concreto e o suspenso de plástico (polietileno), buscando a associação dos resultados encontrados com o conforto térmico dos animais. Para isso foram utilizados 48 animais, 24 em cada galpão. Os mesmos foram subdivididos em 04 baias, para cada galpão, totalizando 06 animais por baia. A análise do comportamento foi feita por observação direta, sem interferência no comportamento natural dos animais, durante 08 horas ininterruptas. Em ambos os galpões, tanto no que continha piso de concreto, quanto piso suspenso, os animais sofreram algum tipo de estresse, sendo que no galpão com piso suspenso o comportamento comer fora afetado, pois os animais dedicaram maior tempo para o comportamento deitar, mesmo com temperaturas mais altas no ambiente, possivelmente em virtude do tipo de piso, que possui baixa condutividade térmica, não ocasionando estresse por calor, indicando a relevância do tipo de piso para leitões em fase de creche.</p>