Características construtivas das instalações avícolas do munícipio de Paragominas-Pará

A avicultura industrial brasileira tem se mostrado positivamente no mercado internacional devido ao uso de linhagens de frango com alto desempenho, associado à boa nutrição e elevado recurso tecnológico na construção de galpões avícolas. Objetivou-se através desse estudo caracterizar os aspectos construtivos e operacionais de galpões para frango de corte, por meio de visitas às propriedades localizadas no município de Paragominas-Pará. A pesquisa foi conduzida em quatro granjas, tendo sido caracterizado14 galpões no período entre 3 a 14 de outubro de 2016. Para avaliação dos dados coletados, utilizou-se estatística descritiva, onde gerou-se informações referentes à caracterização construtiva das instalações, direção dos galpões, densidade de aves por galpão e demais observações consideradas importantes à atividade avícola. Foi possível identificar que 62,07% dos galpões alojavam 15 mil ou mais aves por galpão, o que é possível devido à automatização dos galpões. Observou-se que a cobertura utilizada em 100% dos galpões avaliados era de fibrocimento, material não muito aconselhado por ter baixa refletividade. Constatou-se que 35,71% dos galpões apresentavam orientação Norte-Sul e não apresentavam paisagismo circundante. Estes resultados mostraram a necessidade de adequações em relação à estrutura física de alguns galpões, como a orientação das instalações, falta de pintura branca na cobertura visando o aumento da capacidade refletora do telhado e uso de vegetação ao redor das instalações que possibilite melhor conforto térmico para as aves, refletindo na melhora da produtividade.